Sobre conquistar a Oceania e um segundo continente à sua escolha

giphy

Estudante de Jornalismo, recém chegada de um intercâmbio de um ano, lá longe, na terra dos cangurus, a proposta d’O Bagageiro me caiu como uma luva. Apesar de já estar levemente jurássica na graduação de Comunicação Social, e ter uma relação até amigável com as redes sociais da vida, confesso que essa é minha primeira experiência no mundo dos blogs.

Continuar lendo

Anúncios

Gostos peculiares

Metamorfose ambulante, eclética, mistureba, mix, individuo da pós-modernidade, millenium. Acho que essas são algumas possíveis definições que explicam quem é Natália Costa. Aparentemente sou um ser comum, tenho de 21 anos, estudante de jornalismo da Universidade Federal do Pará, contudo possuo alguns gostos bem peculiares. A melhor forma pra explicar quem sou é usando o Ditto. Lembra daquele pokémon que se transforma em vários outros? Pois é, sou mais ou menos assim.Por que?

Ditto se transforma em Pikachu

Continuar lendo

Amanda Campelo

A minha história e personalidade giram em torno de uma paixão: a moda. Desde pequena sempre gostei bastante do assunto, e certamente essa relação começou porque minha mãe é costureira, então sempre estava inserida neste ambiente. Nunca possui habilidade na parte prática do assunto, mas sempre que posso, tento me inserir em projetos que envolvam moda para dar prosseguimento à este tema que eu gosto e me identifico tanto.

Atualmente, paralelo à faculdade de Comunicação Social, participo de mais três projetos. O que possui a minha maior atenção no momento é a fan page Nós Vamos Assim. Lá, eu e duas amigas fazemos posts diários com dicas de moda para quem busca se vestir bem, sem gastar muito dinheiro.

Continuar lendo

Arrumando a bagagem (mais uma vez)

Chega aquele momento na vida em que você fica buscando novos ares, outros lugares, outros rostos. Não é falta de gosto por onde mora, mas seres humanos são seres sociais, e vamos combinar, ninguém merece viver trancado na mesma realidade pra sempre. Reconhecendo o fato de que  a cultura está sempre se transformando e intercâmbio cultural é o que há, é que nós, humildes estudantes do sexto semestre de jornalismo, decidimos criar O Bagageiro. Para você que até queria dar a volta ao mundo em 80 dias mas não tem uma cabine policial inglesa dos anos 1960 pra viajar por outras dimensões, a gente traz um pouquinho do que rola na cultura de vários países.

561500_285732148204585_1855821995_n

Since 1994. Um mini indivíduo pós-moderno dançando carimbó em um apartamento em Santana, São Paulo

Continuar lendo

Tudo ou nada sobre o Gustavo

Gustavo Aguiar é um garoto que gostava de juntar brinquedos e coisas velhas pra criar algo novo, que gostava de customizar roupas e objetos do seu próprio jeito, que gostava de ler fantasia infantil e noir escritos no período pós-guerra, ele cresce e decide estudar jornalismo pra escrever sobre ~t~u~d~o. Ele é viciado em diversidades culturais e vive em favor de novidades, é um felino predador, um caçador de cultura. RAW!

RAW!

Continuar lendo

A incrível história da minha vida

Caio Oliveira, 19 anos.

Atualmente estudo Jornalismo, mas ainda não tenho certeza do que vou ser quando crescer. Tipo, como posso saber? Como diria James Bond, “O mundo não é o bastante”, por isso, sempre viajei por aí pra tentar achar um caminho, sem necessariamente ir de avião ou navio.

Já conheci uma galáxia muito, muito distante através de Star Wars; já conheci detalhes das ruas de Londres através das aventuras de Sherlock Holmes; já conheci os pontos legais de New York com Ross, Rachel e companhia em Friends.

Quando passei a usar ativamente a internet, esse mundo começou a expandir exponencialmente. Vídeos, séries, imagens, gifs, livros tudo convertido ao mundo das interwebs e compactado para o acesso de todo mundo. Resumindo: eu amo a internet e (quase) tudo que ela gerou. Abaixo, dois exemplos de coisas que só fazem sentido da internet e que eu amo muito:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=J—aiyznGQ]

Continuar lendo

O blogueiro que não tinha dinheiro para viajar

A blogosfera não é uma coisa realmente nova pra mim. Comecei a me aventurar por esse mundo lá no final de 2009 e desde então não consegui mais largar esse vício. Até porque foi através do meu blog – Inconstante – que eu conheci pessoas e histórias que eu vou lembrar pra sempre. A possibilidade de conhecer gente nova é o que mais me motiva a continuar blogando.

InkSmoky0011_1_M1

Continuar lendo