Brasil – A roupa que me veste hoje

Como se finaliza uma conversa sobre um assunto? Se estamos em uma discussão em que existem lados com visões diferentes, a conversa acaba quando uma pessoa ou lado convence as outras pessoas inseridas no papo sobre a sua visão. Mas esse é um fim triste, porque a conversa acaba. Como será que acabamos com as conversas sobre política, ou sobre o amor?…Existe uma resposta? Enquanto não existir a tal resposta, as discussões, os assuntos e as teorias ainda serão travadas por todos os lados da história. Com a moda não é diferente.

Na última semana do Bagageiro, escolhi falar sobre moda, sobre nós mesmos, sobre o Brasil, e também sobre mim, o Gustavo Aguiar, que está escrevendo este post, e falando com vocês. Moda, Brasil, eu. Moda, Brasil, você e uma discussão que começa aqui, e termina quando você decidir que acabou. Sim, é uma despedida…

Continuar lendo

Pop que é pop, e experimentação que é experimentação

Alô alô, ouvintes d’O Bagageiro. Vocês já estavam com saudades dos nossos ritmos dançantes africanos? Bem, hoje o post tá especial e a gente preparou um programete musical que tá porreta. É só dar play pra ouvir (e se acabar nas danças negras).

Continuar lendo

A África do Sul além do Waka Waka

Mais que passar no vestibular, mais que fazer aniversário de namoro, muito mais que tirar uma nota excelente, o fim do semestre provoca as sensações mais paradoxais do mundo. Foi por isso que o Pra Ouvir não saiu ontem, porque todos nós d’O Bagageiro estávamos no fim do semestre, cheio de trabalhos e apresentações pra fazer. Mas não te esquenta, pequeno, porque agora que voltamos a sentir o gostinho de férias, vamos te mostrar as melhores dicas sonoras da África do Sul, e aqui vais encontrar muito mais do que Waka Waka!

A gente vai te dar duas dicas que vão te fazer pensar melhor sobre a música africana. Uma dessas dicas é a dupla de mixagem Goldfish, formado pelo Dominic Peters e pelo David Poole, da Cidade do Cabo.

goldfish

Continuar lendo

Turisteiro, o que temos pra fazer na Irlanda?

Quem nunca sonhou em fazer a primeira viagem internacional? Planejamentos, economias, porquinhos cheios de moeda e, enfim, já se tem toda a estrutura, pelo menos econômica. Se a sua dúvida é a rota da viagem, seus problemas acabaram. Eu te indico onde, o que e como fazer na terra dos irishs, desses leprechaunsinhos, esses irlandeses…

Continuar lendo

O Bagageiro aporta na terra dos santos e sábios (e dos bêbados)

O próximo país é uma república que foi emancipada há menos de 100 anos, e à base de muito trabalho e sangue. A gente sabe disso porque tá no conteúdo de história e geografia do vestibular e os caras do U2 cantam pra gente (Sunday Bloody Sunday). O nosso país é a Irlanda! Sim, eles são educados, ricos, finos e estudados. IDH e PIB altíssimos, são brancos (e ruivos) e adoram um pub aberto. Durante as próximas duas semanas, a Irlanda vai ser explorada por nós, mochileiros do Bagageiro.

Continuar lendo

Cor e arte na Coréia

Não importa a ferramenta: barro, carvão, lápis de cor, papel, metal, madeira, Photoshop. A arte pode ser feita de tudo que há por aí. Basta transformar e com isso fazer pensar. E não é só na arte da programação que os coreanos manjam não. Cores, boas ideias, boas mensagens também estão no domínio desses FOFOS. Vem que eu vou te mostrar.

Continuar lendo

Tecnologias coreanas: deixando de ser um Noob com o MMORPG Ragnarok

Alô, alô, queridos mochileiros d’O Bagageiro, aqui quem vos fala é um NOOB. Isso mesmo. Eu queria muito falar de tecnologia coreana, porque é legal, porque é interessante e todos nós consumimos tecnologias todo santo dia. Mas de quê eu vou falar, meu deus! Eu pensei em falar em jogos, mas o único jogo eu já zerei na vida foi Bomberman. Bem, um jornalista não precisa conhecer de tudo, mas ele precisa saber quem conhece.

É por isso que o Pra Ver de hoje tem a participação de dois caras que sacam de jogos e conhecem bastante o jogo online que a gente vai falar por aqui: o Ragnarok, da empresa coreana Gravity. Eu praticamente não sei nada sobre como se joga, mas os meninos me deram dicas que também podem servir pra ti.

Continuar lendo

Por uma moda criativa do Canadá

No Pra Vestir da semana passada, a gente te mostrou que não é nada fácil se vestir bem no frio que o Canadá te oferece. Hoje a gente vai falar um pouco da moda arte, dos estilistas lá de cima do globo, que criam vestuários diferentes e que nos fazem refletir sobre eles.

Vamos te dar três dicas de stylists canadense super criativos: eles são Nicole Dextras, Ying Gao e Rad Hourani, cada um com uma forma de fazer arte.

Continuar lendo

S.O.S Moda – Como se vestir no Canadá

Não é questão de tendência (quase), é sim de necessidade. O Canadá é um país no extremo norte do globo terrestre e, por isso, mais gelado. Peças de roupa que raramente usamos aqui no Brasil, mesmo no sul, eles usam lá diariamente. Na verdade, a diferença vai além disso, o volume de roupa é maior. Por essa razão, a gente resolveu te ajudar a se preparar pra uma viagem rumo ao norte da terra (serve pro sul do Brasil também) sem perder o ~stylo~.

Continuar lendo

Fantasia e Literatura: Mundos imaginários que nos ensinam a viver melhor

Que história tu achas mais interessante: aquela que te emociona por sua cruel realidade ou a que te faz viajar num mundo diferente, despertando todos os teus sentimentos mais profundos? No mercado da literatura, a fantasia é uma campeã de vendas, e eu sei que tu deves ter pelo menos um livro de literatura fantástica na tua estante, não é? Ou então, tu podes ser fã das peripécias de Harry Potter, Frodo e Bilbo Baggins, Arya Stark ou Daenerys Targaryen, essas duas últimas da série de livros As Crônicas de Gelo e Fogo, que é um espetáculo de profundidade de informações, leitura e de venda no Brasil e no mundo. (♥.♥) Se sim, já estás familiarizado com o estilo.

Continuar lendo