A arte de se vestir pra colorir a vida

Boa dia, boa tarde, boa noite, seres da internet!

De todos os países que já passaram aqui pelo blog, o que eu mais tenho vontade de conhecer com certeza e com cerveja é a Irlanda. Um país lindo, com uma cultura riquíssima e um povo muito apaixonado. Sempre que penso em Irlanda, imagino uma galera com aquela barbona ruiva, cerveja Guinness na mão e reunidos em um pub. Uma briga começa, os caras distribuem sopapos e logo em seguida eles pedem mais uma rodada de cerveja e riem e bebem o resto da noite. Sim, é esse o mundo que eu quero viver. :’)

Don't talk about it

Don’t talk about it

Todo esse depoimento de um rapaz latino-americano só foi pra entrar no clima irlandês. A nossa única luta de hoje vai ser contra o baixo astral! (nossa, que horrível. Parem de ler). O “Pra Vestir da Irlanda 2 – o Retorno”, vai ser inteiramente dedicado à Helen Steele, a estilista e artista plástica irlandesa que vive pelo amor às cores.

helen-steele-blog-2

Como vocês já viram aqui na blog, o que não falta na Irlanda é gente criativa, tanto pra ler quanto pra ver ou ouvir. Pra vestir não podia ser diferente. Helen Steele pode ser definida como psicodélica. Auto-declarada uma “viciada em cores”, a artista usa tons contrastantes  pra criar as mais diferentes e esquizofrênicas estampas. Essa vida colorida nasceu bem antes dela se aventurar no mundo da moda, pois Helen também é artista plástica, e suas obras se baseiam basicamente em espatifar o pincel na tela repetidas vezes e com tintas diferentes, criando verdadeiros caleidoscópios.

imagem

helen steele 1

Não demorou nada para que suas telas começassem a ser desejadas pelas pessoas mundo a fora; não só pra pendurar na parede sala, mas pra usar no corpo. A coleção Helen Steele SS12 foi lançada entre setembro e outubro de 2011, durante a London Fashion Week e a Paris Fashion Week e quer saber? Foi o maior sucesso logo de primeira!

untitled-4

Primavera-Verão 2012

Helen-Steele-aw123

Outono-Inverno 2012

Helen estudou artes e moda na faculdade, e segundo ela mesma, ser estilista sempre foi a intenção, mas primeiro ela precisava de mais experiência com as cores antes de lançar uma coleção. Por isso, o trabalho como pintora foi fundamental para o trabalho como estilista, e vice-versa. Ela cresceu cortando as roupas dela e da irmã pra criar novos visuais, pintando com tinta acrílica as camisetas velhas.

Todo o processo de criação é baseado na espontaneidade,  com camadas e mais camadas de tinta colorida sobre a tela. Pra espalhar as cores, ela usa desde ventiladores e sopradores de folha até moto-serras (?), pois, segundo ela, fazem a pintura fluir melhor.  No que diz respeito a escolha das cores, Helen diz que elas devem ser usadas para equilibrar o humor e elevar o espírito.

A transição de artista para designer foi bem fácil, pois meu coração nunca abandonou a moda. O plano sempre foi praticar no estúdio e na tela, para depois traduzir aquilo em estampas e culminar meu trabalho com a tela suprema: o corpo humano.

Helen-Steele

Como eu já disse, a moça tem admiradores no mundo todo, entre eles, pessoas famosas. A cantora Jessie J usa muito as criações da artista irlandesa no palco (e fora dele também).

Jessi J - Helen Steele

É isso, galero. Esse foi o Pra Vestir da Irlanda. Muito obrigado por nos acompanharem nessa viagem. Até a próxima. 😉

tumblr_li3o560a8O1qhydcvo1_500

Anúncios

Qual tua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s