Porque drama nunca é demais…

안녕하세요! (Annyeong haseyo!) *—*~Quem quiser aprender outras palavrinhas em coreanos, vale a pena seguir a primeira dica da Mari .~ Finalmente chegou a semana da Coréia do Sul n’O Bagageiro (Bag para os íntimos, ê)!  Vocês sabem o quanto eu esperei pra falar/escrever “Oi” em coreano pra alguém? Tô simplesmente ensandecida com essas duas semanas da Coréia linda do Sul por aqui.Super Junior no Saturday Night Live

Mas chega de blábláblá e vamos falar de coisa boa? Na grande estreia das coisas Pra Ver na Coréia do Sul, trouxemos duas dicas de filmes pra agradar os diferentes gostos dos mochileiros.

O primeiro é um clássico do cinema coreano, um dos filmes mais conhecidos por nós (estrangeiros), Old Boy, do diretor Park Chan-wook. Talvez seja porque, ele ganhou o Prêmio do Júri no Festival de Cannes em 2004. E vocês sabem quem foi o presidente do júri nesse ano? Nada mais, nada menos que o diretor americano Quentin Tarantino.

Oldboy

Acho que só de saber que o Tarantino gostou desse filme, eu já imaginaria que vem um barril de sangue por aí. Bom, o filme é pra quem curte umas emoções mais fortes mesmo, diria que ele chega até a ser trash, não só pelas cenas, mas por toda a trama em si. E, gente, é uma baita duma reviravolta. O filme começa quando Oh Dae-su, um homem de meia-idade (nós sabemos que vocês têm dificuldades em definir o sexo pelos nomes asiáticos) , é sequestrado e é aprisionado em um lugar, que parece mais um quarto de hotel. Ele fica trancafiado 15 anos lá, sem saber o por quê isso acontecer.

Durante todo este tempo ele fica sozinho. As únicas pessoas que ele tem contato são os que o alimentam ou os que entram em seu quarto, enquanto ele está sob o efeito de um gás sonífero, ou seja, ele não tem contato de fato com ninguém. Devido a solidão, após algum tempo ele começa a ter alucinações e a única forma dele saber o que está acontecendo no mundo exterior e de saber quanto tempo está se passando é a televisão. Até que, sem mais nem menos, ele é libertado. E daí que a trama de fato começa, porque o responsável por trancafiá-lo dá roupas, dinheiro e um celular, depois liga pra ele perguntando se sabe quem o prendeu e por que fez isso. E começa a busca pela vingança. Aí você pensa: “pow, o cara tá louco já, coitado”, mas calma lá, se tem uma coisa que os coreanos não se cansam é de dramas. O cara que aprisionou o Dae-su ainda o fez ser o principal suspeito do homicídio da mulher dele, ou seja, ele ainda é um foragido que tem que se adaptar com um mundo novo, afinal foram 15 anos em cativeiro.

O filme é cheio de mistérios e (acreditem) o roteiro dele é muito original. Olha, eu não sou lá uma boa referência pra cinema, mas o filme tem um desfecho bem surpreendente, tipo muuuito inesperado. Na verdade, todo o filme é espantoso, possui cenas chocantes de violência e algumas até nojentas, como quando ele come um polvo vivo. Muito agoniante. 

iR9o3brBNeico

Olha que delícia!

Bom, há algumas coisas interessantes sobre o Oldboy, que valem ser faladas:
-O filme é baseado em um mangá japonês que possui o mesmo nome e foi escrito por Nobuaki Minegishi e Garon Tsuchiya. E a editora Nova Sampa lançou o mangá esse ano no Brasil! \o/

Mangá: Oldboy

-Ele é o segundo filme da Trilogia da Vigança, o primeiro é Mr. Vingança e o último é Lady Vingança. Mas não te preocupa com a ordem, porque são histórias diferentes, então você pode assisti-las separadamente sem problema algum.

-Vão fazer um remake americano dele, que será dirigido pelo Spike Lee e terá no elenco o Samuel L.Jackson. A previsão para a estréia mundial é dia 27 de novembro, semana que vem. Então, separa logo teus dinheiros pra ir ao cinema. E pra matar um pouco da curiosidade, por que não conferir o trailer antes?

Será que os americanos vão conseguir fazer um remake tão bom quanto o próprio filme? Eu tenho minhas dúvidas, porque, particularmente, fiquei impressionada com a atuação do Choi Min-sik, o ator que interpreta o Dae-su.

Bom o segundo filme coreano é o Sunny, com certeza é bem mais leve e nada sangrento, é pra você se divertir e sentir uma nostalgia.

Sunny

O filme conta a história de uma mulher que reencontra uma amiga da adolescência que está com câncer e cujo último desejo é reunir o grupo de amigas da escola, o Sunny. Como já disse, os coreanos não se cansam de histórias dramáticas, mas o filme está longe de ser triste, ele é muito divertido e se passa durante dois tempos: a idade adulta e a juventude. O filme é um dos maiores sucessos de bilheteria da Coréia e tem uma trilha sonora MUITO legal! Passei dias cantando e fazendo a coreografia delas. rs

As dicas estão dadas, depois diz pra gente o que achou dos filmes ou dá novas sugestões pra gente assistir também. Até o próximo Pra Ver! 안녕히 가세요 ! (Annyeonghi gaseyo!)

Tiffany-bye

Anúncios

6 pensamentos sobre “Porque drama nunca é demais…

    • Super verdade, Olga! Como fiquei super fã de Sunny, já estou procurando o outro filme do mesmo diretor e roteirista de Sunny, o Speedy Scandal. Sabias que ele só fez Sunny e Speedy Scandal até hoje e que são dois dos filmes de maior bilheteria da Coréia do Sul? Fiquei morrendo de vontade de assistir só por causa disso. :3

    • Andreza, podes assistir online num site chamado Good Drama. Lá tem tipo, TODOS OS FILMES DO MUNDO INTEIRINmentira, mas tem muitos filmes e dramas asiáticos legendados em inglês. Foi lá que eu assisti tanto Sunny quanto Oldboy, além de outros um milhão de filmes coreanos legais, já que eles são infelizmente um pouco mais difíceis de achar aqui no Brasil, né :/

  1. Pingback: Fãs na Coréia: uma linha tênue entre amor e ódio | O Bagageiro

  2. Pingback: K-dramas: as novelas da Coreia | O Bagageiro

Qual tua opinião?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s